PLANTÃO PSICOLÓGICO

Atualizado: Set 9





Plantão Psicológico, uma modalidade de atendimento clínico-psicológico de tipo emergencial, cuja função é proporcionar uma escuta e um acolhimento à pessoa no momento de crise, onde possa buscar auxilio para rever, repensar e refletir suas questões pessoais de forma espontânea.

Tessari (2010) propõe o Plantão Psicológico como um tipo de atendimento psicológico que se completa em si mesmo, realizado em uma ou mais consulta sem duração predeterminada, objetivando receber qualquer pessoa no momento exato (ou quase exato) de sua necessidade, para ajudá-la a compreender melhor sua emergência e, se necessário, encaminhá-la a outros serviços. Tanto o tempo da consulta, quanto os retornos, depende de decisões conjuntas do psicólogo e do cliente, tomadas no decorrer da consulta. [...] o psicólogo e o cliente vão juntos procurar no "momento já" as possibilidades ainda não exploradas, que podem ser deflagradas a partir de uma relação calorosa, sem julgamentos, na qual a escuta sensível e empática, a expressividade do psicólogo e seu genuíno interesse em ajudar, desempenham papel primordial.

Para May (1999, p. 222), a melhor maneira de o homem garantir o futuro é enfrentar o presente de forma autêntica com coragem e proveito, mas alerta que: "Enfrentar a realidade presente provoca às vezes ansiedade. [...] esta ansiedade é uma espécie de vaga sensação de estar "nu", ou de encontrar-se diante de uma realidade da qual não se pode fugir, recuar ou esconder-se".

Apoiar esse homem nesse enfrentamento faz parte da proposta do atendimento do Plantão Psicológico, que cria um espaço em que se pode buscar por ajuda quando precisar.

Conforme Mahfoud (1999), o psicólogo neste tipo de serviço não está ali para solucionar problemas, mas procura estar presente e acolher, centrado na pessoa mais que no problema.

Assim, o que o psicólogo oferece, é um espaço em que a pessoa ao expressar seus sentimentos, se sinta acolhida para que seja capaz de repensar e rever suas questões. E, uma vez alcançada (e vivida) esta relação experiencial, a tendência atualizante do cliente poderá retomar o seu percurso original, e então, os fluxos de crescimento, a auto-atualização, direcionará o organismo para uma maior harmonia e melhor funcionamento. Deste modo, o potencial da vida estender-se-á amplamente promovendo processos de saúde na pessoa.

O Plantão Psicológico pode ser um serviço com eficiente aplicação da Psicologia e da Abordagem Centrada na Pessoa, permeado pelas atitudes facilitadoras do profissional, que fornecem um ambiente "ideal", bem como a possibilidade de, em um único encontro, a pessoa conseguir clarear a sua demanda, ou seja, uma compreensão mais nítida (e mais verdadeira) de como se compreende em determinada situação.

Em outras palavras, trata-se de uma possibilidade de encontro urgente ao pedido de ajuda, na tentativa de oferecer a devida escuta o mais próximo possível do surgimento das inquietações que levaram a pessoa a buscar o atendimento psicológico. O oferecimento da escuta diferenciada do psicólogo, na urgência de quem se encontra num momento de aflição, pode minimizar o sofrimento desta pessoa, contribuindo para uma melhor observação de suas reais necessidades.

Atualmente é possível observar a dificuldade que as pessoas enfrentam para encontrar tempo para um processo mais longo de psicoterapia. Vivemos em uma sociedade cada vez mais sufocante e conturbada, onde os valores que outrora faziam parte do nosso cotidiano, hoje se encontram dissolvidos na vida moderna. Isso leva as pessoas a se ouvirem cada vez menos aumentando o individualismo e muitas vezes o sentimento de solidão. Parece-nos bastante animador pensarmos em uma proposta de atendimento que se aproxima dessa realidade atual. O Serviço de Plantão Psicológico surge como modalidade de atendimento que oferece essa escuta momentânea e que pode representar um forte ponto de referência para a melhora da qualidade de vida e bem-estar dessas pessoas.


4 visualizações